sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Excomunhão uma arma ideológica da Igreja

Wil Scaliante
Voltando no tempo...especificamente em 1184, uma cidade inteira foi excomungada pelo Bispo francês Jean de Nevers. O motivo foi que o bispo tinha uma rixa com o conde local, Pierre de Courtenay e a cidade ousou apoiar o nobre.
Duzentos anos depois, o padre Jan Hus, da cidade de Praga, foi expulso por duas vezes da Igreja. O motivo não se sabe ao certo, mas o resultado da excomunhão é relatado. Hus foi para em um calabouço no atual sudoeste da Alemanha e morreu na fogueira.
Ao longo de 16 séculos pessoas foram punidas com a excomunhão pela Igreja. No Brasil, este ano o tema voltou a tona. Isso por que o dom José Cardoso, arcebispo de Olinda e Recife, afastou uma mãe e os médicos que interromperam a gravidez de uma menina de 9 anos, vitima de estupro pelo padrasto.
Polêmicas a parte, para entender melhor, a palavra excomunhão vem do latim ex communio, ou seja, fora da comunidade. A principio era uma medida digamos...medicinal e não punitiva. Isso por que o excomungado é temporariamente exilado até que se arrependa. Mas tudo isso sem perder a condição de fiel, já que o batismo não pode ser apagado. Teoricamente a excomunhão seria apenas um grande puxão de orelhas, mas não foi bem assim na prática.
Depois do ano 325 esse afastamento virou uma arma em caso de divergências teológicas. Quatrocentos anos depois, a prática estava tão disseminada que o rei franco, Pepino O Breve ordenou que todo o excomungado fosse expulso do território francês. Ou seja, já estava consolidada mistura de religião e politicagem. Tanto que em 1587, Miguel Cervantes autor de Dom Quixote, foi excomungado por recolher parte do pão e vinho das Igrejas de Sevilha para doar ao exercito. Mas como o motivo era banal, a Igreja reviu a posição e a decisão foi anulada no ano seguinte.
Nas ultimas décadas, a excomunhão virou arma ideológica. Em 1984, o teólogo brasileiro Leonardo Boff foi condenado a dois anos de “silêncio obsequioso” por defender a teologia da libertação. O processo contra o teólogo ainda está em andamento e o atual papa Bento XVI debateu inclusive a exclusão do brasileiro. Outro atual excomungado é o bispo britânico Richard Williamson. O motivo é simples, ele negou o holocausto nazista.
Pra finalizar vamos relembrar alguns ilustres participantes da lista de excomungados do Catolicismo. O primeiro da lista é o rei Henrique VIII que ao se casar pela segunda vez, foi expulso pelo papo Clemente VII. Mas o rei não deixou barato e em resposta fundou a Igreja Anglicana.
Já o segundo da lista é nada mais, nada menos que Napoleão Bonaparte, em 1804 ao se tornar imperador francês ele retirou a coroa das mãos do papa Pio VII e corou a si mesmo. Excomungado Bonaparte em 1809 mandou prender o papa. E pra fechar essa lista, o terceiro é Fidel Castro. O papa João Paulo XXIII expulsou Fidel em 1962. O motivo é evidente, a instalação de um governo comunista em Cuba.

sábado, 10 de outubro de 2009

Torcedor encontra jogadores do Flu na balada e fica revoltado

Wil Scaliante
A situação do Fluminense é critica, o time tem 98% de chances de ser rebaixado. Lanterna do campeonato com apenas 22 pontos, o tricolor carioca enfrenta hoje o Santo André.
O curioso é que na noite de ontem, um torcedor do Flu encontrou os jogadores Roni e Paulo Cesár em show do cantor Leonardo e partiu pra cima deles. A ira do torcedor teria vindo pelo fato dos jogadores estarem bebendo e festando na véspera do jogo contra o Santo André. É disso que se faz o futebol carioca: festa, praia e irresponsábilidade.

UPE

Wil Scaliante

Servidores do Incra são feitos reféns por agricultores

Portal RPC

Três funcionários da Superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) do Paraná foram feitos reféns, desde a manhã desta quarta-feira (30) até as 15 horas, por cerca de 150 agricultores em Guaíra, no Oeste do Paraná.

O Incra trabalha na elaboração do Relatório Técnico de Identificação e Delimitação (RTID) que reconhecerá a comunidade Manoel Ciriaco dos Santos como quilombola (descendentes de escravos) e dirá qual será a área que passará a pertencer às seis famílias quilombolas. As polícias Militar e Federal foram chamadas e intermediaram as negociações com os agricultores.

Na manhã dessa quarta-feira, três servidores do Incra e pesquisadores da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) estavam na comunidade fazendo a produção do relatório. E então os funcionários do Incra foram impedidos de deixar o local.

Um servidora foi liberada pelos agricultores por volta das 11 horas e os outros dois por volta das 15 horas. Para que os outros dois funcionários fossem liberados, os agricultores exigiram a presença da imprensa televisiva. O órgão informou que os servidores não foram agredidos, mas houve intimidação psicológica.

De acordo com o Incra, a comunidade Manoel Ciriaco dos Santos já recebeu a certificação da comunidade quilombola da Fundação Palmares e agora está em andamento no Incra o processo de reconhecimento de propriedade das terras aos descendentes de escravos. O órgão fará a demarcação das terras e estudará quais propriedades rurais terão que ser dasapropriadas.

O Incra informou ainda que na semana passada já havia ocorrido hostilidades entre o Incra e os agricultores. Isso porque estavam programadas reuniões reservadas com as partes envolvidas na questão: agricultores, quilombolas e poder público de Guaíra. No entanto, os agricultores forçaram a participação em todas as reuniões.


sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Eu apóio

Wil Scaliante
O professor do Departamento de História e ex-reitor da UEM, Angelo Priori, voltou ao PT depois de uma passagem pelo PV. Em 2010 Priori pode ser o candidato à deputado federal do PT de Maringá. Parabéns pela filiação e seja bem vindo.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

E o governador disse:

Wil Scaliante
"Vão comer pastel na cantina".
Frase dirigida aos manisfestantes ontem na UEM. PSTU, pseudos-anarquistas e badernistas. Sim, sim, o mesmo que quebrou o vidro do RU. Viva Requião.

Tucaninhos

Wil Scaliante
A Juventude do PSDB já tem site, só não tem nenhuma política pra juventude, quem sabe um dia. Como diria Silvio Santos: "Só acredito vendo", ou melhor eu nem acredito.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

História da Cachaça

Wil Scaliante
Quem nunca bebeu uma cachacinha? Esta bebida brasileira esteve presente em vários momentos da história do nosso país. Em meados dos séculos XVI e XVII a bebida era usada como moeda na compra de escravos. A coroa incomodada com a queda da venda do vinho português na colônia e alegando que a bebida prejudica a retirada do ouro das minas, proibiu o consumo da cachaça. Como a medida não surtiu efeito, decidiu-se taxar o destilado. Em 1756 a aguardente foi um dos produtos que mais contribui para a reconstrução de Lisboa, que havia sido destruída por um terremoto.
De acordo com o Dr. Francisco José de Lacerda e Almeida durante suas viagens entre 1780 e 1790, trouxe importantes depoimentos de homens, que juravam que graças a aguardente, não perderam suas vidas depois de terem sido picados por cobras. Como símbolo dos ideais de liberdade a tão famosa cachaça percorre a boca dos inconfidentes e da população que apoia a conjuração mineira. Com a implantação da economia cafeeira, a cachaça é deixada um pouco de lado. Hoje a bebida brasileira é conhecida internacionalmente, e no Brasil há quem goste de manter a tradição e sempre que vai beber a branquinha joga um gole pro santo. Um bom gole aos apreciadores e cuidado com a ressaca.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

21 anos de Tocantins

Wil Scaliante
O Estado mais novo do Brasil completa hoje 21 anos. O Tocantins foi criado por determinação da Constituição Brasileira em 5 de outubro de 1988, a partir de uma divisão do Estado de Goiás.
Os primeiros movimentos separatistas surgiram em 1821, quando Joaquim Teotônio Segurado chegou a proclamar um governo autônomo, mas o movimento foi reprimido e a luta pela emancipação do norte goiano ficou estagnada até que em 13 de maio de 1956, se lançou o "Movimento Pró-Criação do Estado do Tocantins" como uma expressão do desejo emancipacionista do norte de Goiás
O girassol tornou-se a planta símbolo do estado. Sua flor amarela, aberta em várias pétalas, simboliza o sol que nasce para todos. As cores oficiais do estado são o amarelo, o azul e o branco.

Prova do Enem na Internet

Wil Scaliante
Depois de o Enem ser cancelado, o MEC disponibilizou a prova para os estudantes na Internet.
Para o Ministro da Educação Fernando Haddad os estudantes tem de aproveitar para aprimorar seus estudos. Ainda não foi divulgada uma nova data para a prova.
O que se esperar é que se seja feita uma apuração séria sobre o vazamento da prova e, lógico, parabenizar o governo por responsavelmente assumir o vazamento e cancelar a prova.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Fotodocumentário

Wil Scaliate
Local: Acampamento 8 de Março - MST - Terra Rica, PR
Foto: Wil Scaliante
Fotodocumentário: "Acampamento 8 de Março um retrato do Brasil"