sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Rede Globo a favor da liberdade de imprensa, mas qual?

Wil Scaliante
Hoje o Jornal da Globo de forma tendenciosa e irônica criticou o Programa de Direitos Humanos apresentado pelo Governo Federal. Eles disseram:
"O programa prevê penalidades como multas, suspensão da programação e cassação para empresas de comunicação que o governo considerar que violam os direitos humanos. Cria ainda uma comissão para monitorar o conteúdo editorial, com objetivo de criar um ranking nacional de empresas comprometidas com os direitos humanos, assim como as que cometem violações". G1
O engraçado é que a Rede Globo não participou da Confecom (1ª Conferência Nacional de Comunicação), demonstrando não estar interessada em discutir a comunicação no Brasil. Já a ABRA (BAND) ganhou uns pontinhos e se mostrou aberta ao dialogo. Mas não se espante, além da Globo, a ABERT, ANJ, O Estado de São Paulo e a Folha de São Paulo também não participaram da Confecom. Vergonhoso!
Agora sim, se espante. A alegação foi que: "a Confecom é contra a liberdade de imprensa". Me pergunto como que uma conferência com participação da sociedade civil pode ser contra a liberdade? Só se for a que eles querem, a liberdade do lucro e do jornalismo tendencioso.

Um comentário:

LF Cardoso disse...

Gostei do teu blog rapaz!