sábado, 13 de março de 2010

O Preço da Dúvida

Wil Scaliante
Duvido que saibas me amar
Duvido que o que dizes não passa de conversa fiada
Duvido da sua dúvida
Duvido...duvido...duvido

Agora me diga, quem certeza tem?
Principalmente quando o assunto é gostar de alguém
Sentimentos são inconstantes
Imprevisíveis, irracionais, mas dominantes

Você quer minha certeza
Sem estar certa do que quer
Pegue uma chave e tranque seu juízo
Pois é o amor quem dita o sentido

Faça uma curva e desvie seu caminho
Não deixe o amor morrer sozinho
Sinta a estrada e dê meia volta
Não deixe que a paixão decida ir embora

Pise no acelerador
Dessa vez tenha pressa
Pois a sua confusão
Pode lentamente matar a paixão

Olhe pra placa que diz:
Siga o instinto
Pois a dor de não ter arriscado
Pode se igualar ao infinito


Um comentário:

Anônimo disse...

Apaixonado????