sexta-feira, 12 de março de 2010

Show do Cachorro Grande será hoje na UEM

Wil Scaliante
Na noite de ontem, a banda Cachorro Grande não realizou o show esperado para a Calourada da UEM, evento organizado pelo DCE. Isso aconteceu por falta de documentação, não adquirido pelo Bonde do Amor (DCE). A gestão do DCE informou que tinha "todos os alvarás necessários, exceto o laudo, indeferido pela força verde". Isso se deu pela altura do som, que incomodaram alguns moradores da Zona 7 e Vila Esperança.
Como resposta ao fato de ontem, e a administração municipal (Silvio Barros) que reprime os estudantes, será realizado hoje nas quadras da UEM, ao lado da academia, o show do Cachorro Grande. A banda que não tinha agenda em outra cidade resolveu ficar e tocar nessa noite. O evento começa as 23 horas e tem previsão de termino para 2 horas. O palco já está sendo montado na quadra, e informações indicam que a Reitoria da Universidade não proibiu, mas também não autorizou o show.

Opinião:
É fato que os estudantes precisam de lazer, porém o movimento estudantil não é só lazer. Divergências à parte a gestão Chapa Quente Bonde do Amor: por uma UEM ainda mais sensual, entendo que a atitude de realizar o show dentro da UEM foi correta. Primeiro a banda já havia sido paga e segundo, que a universidade é o melhor espaço para o estudante, incluindo eventos esportivos, culturais e de lazer. Julgo como ingénua a tentativa de organizar uma calourada fora da UEM, sabendo das constantes perseguições da policia, administração Silvio Barros, e da Associação de Moradores da Zona 7.
A idéia do Bonde era realizar os shows fora da UEM para poder vender cerveja e não retirar dinheiro do caixa do DCE, já que patrocínios ajudaram a pagar o show.
Alguns estudantes relataram, ontem, que quando os policiais chegaram eles foram abrindo espaço com cacetete atingindo alguns universitário. Outra opinião muito ouvida é que os estudantes pretendem se organizar para disputar a Associação de Moradores da Zona 7, já que a maioria dos moradores do bairro são estudantes.
O Bonde acertou em remarcar o show, mesmo que gaste um pouco a mais. Porém na minha opinião, errou em não fazer toda a Calourada na UEM e cabe a eles nesse próximo mês prestar contas divulgando todos os gasto do evento, além de prestar contas do show do Velhas Virgens realizado no fim do ano passado.
Na tarde de hoje alguns estudantes foram pra frente da reitoria fazer uma manifestação pelo fim da criminalização dos estudantes. Porém ontem foram integrantes da Alteração e da Descentralize que puxaram coro, aderido por outros estudantes: "Estudante não é ladrão, abaixo a repressão".

6 comentários:

Anônimo disse...

essa repressão que os estudantes sofrem é produzida pelos governos Requião/Lula/Barros, todos aliados nacionalmente, estadualmente e municipalmente.

Anônimo disse...

Foi correto cancelar o show, bando de estudantes BURROS

Anônimo disse...

Esses caras do bonde são fanfarrões.
Não sabem fazer nada.
Eles são aliados da reitoria e usam o dinheiro do DCE pra fazer politica de enganar estudante, eles nao fazem gestão fazem festa

Anônimo disse...

Um abuso.
A policia dos Barros é um crime contra os estudantes.
E o Bonde tbm, eles roubaram a eleição e agora vao enganar o estudante. Quero só saber quanto vai ser desviado dessa venda de cerveja e desses patrocionios pro partido deles.

Karen disse...

SALVE BONDE!!
TO COM VOCÊS E NÃO ABRO!

Carlos disse...

Engraçado que ninguém mostra a cara nos comentários, rsrs são pessoas sem amor , intrigadas consigo mesmas, mas o DCE junto com todas as forças do movimento estudantil na UEM estão na construção de uma palta na tentativa de unificar e direcionar a ação dos estudantes, bem avançada, que também enfrentou a reitoria de forma qualitativa e sem a autorização do Reitor realizaram o Show, com a sensibilidade da banda.