segunda-feira, 28 de junho de 2010

Encontro do PT-PR aponta para candidatura de Nedson ao governo

Wil Scaliante
Nesse fim de semana viajei para a capital da província (Curitiba), onde fui delegado do Encontro Estadual do Partido dos Trabalhadores do Paraná. Com Alváro sendo indicado para vice de Serra, o senador Osmar Dias, não saíra como candidato ao governo do Paraná.
Com esse recuo de Osmar, o PT deve lançar a candidatura do ex-prefeito de Londrina Nedson Micheletti ao governo do estado. Já o PMDB lança Orlando Pessuti, com um vice do PDT, fechando uma dobradinha para o senado Requião - Osmar (disputaram a ultima eleição para o governo).
A candidatura de Nedson deve ter apoio de alguns outros partidos da base aliada do governo como PR e PCdoB. Para o senado, o PT não abre mão da candidatura de Gleisi Roffman. Outro ponto não aceito pelos delegados é um chapão para as proporcional.
Se até o dia 30, Alváro Dias não for mais o vice de Serra e Osmar decidir sair ao governo, o PT pode retomar as discussões e fechar com PMDB e PDT, caso contrário Dilma terá dois palanques que disputam o governo fazendo sua campanha.
*Conversa de Petistas antes do Encontro:
- E aí companheiro, tudo bem?
- Tirando que não temos um candidato ao governo, tudo!

2 comentários:

Kleber Men disse...

Olá! Fiquei sabendo deste blog pelo Rigon. Mas infelizmente, vc ser petista (petralha) já é motivo suficiente para desconfiar da credibilidade do blog. Pobre alma, tão novo e já trilhando o caminho errado.

Anônimo disse...

Cara,vou votar na Dilma,mas se o PT for de Osmar claro que eu não vou votar nele.Votarei na Gleisi,no Ênio,no Requião e na Dilma,menos,nunca,no Osmar,que não é pedetista ne aqui e nem na lua,tampouco lulista.Nada de alianças.Lancem o Nédson que a gente se mobiliza.Um candidato do interior para todo o Paraná.

Obs:faço Ciências Sociais na UEM,primeiro ano.(Carlos)