domingo, 4 de julho de 2010

Juninho Pernambucano analisa Dunga

Wil Scaliante
O meia Juninho Pernambucano em entrevista ao jornal francês "Le Journal du Dimanche", analisou a passagem de Dunga pela Seleção. Achei a análise de Juninho sensacional, e como estou de acordo vou reproduzir alguns trechos.
* Só para lembrar essa seleção tinha 6 volantes e 2 meias, bela convocação professor.

Do G1
"- Infelizmente, Dunga e Domenech são iguais. Dunga adora o conflito, alimenta-se disso. Já era assim quando jogava. Sua comunicação é desastrosa. Ele costuma responder de maneira violenta e agressiva às críticas."


"Essa equipe falhou. O Dunga criou um grupo disciplinado, mas não o melhor. Como ele foi capaz de preterir o Ronaldinho? Mesmo com 70%, é melhor do que a maioria dos outros. Ele poderia aliviar Kaká, que não estava na forma ideal. O mesmo para o Marcelo (Real Madrid), que deveria ter sido parte do grupo. Mas Dunga preferiu confiar na equipe que conquistou a Copa das Confederações, em 2009."


"- É lamentável renegar o estilo do futebol brasileiro. Não havia criatividade. Kaká ficou isolado, forçando Robinho a recuar, e o Luis Fabiano acabou sozinho no ataque. Vários jogadores estavam fora de posição como Michel Bastos e Daniel Alves. Isso é imperdoável numa Copa do Mundo. Sabíamos também que Felipe Melo poderia se descontrolar. Dunga cometeu muitos erros"



Um comentário:

Anônimo disse...

matahari diz:
O seu comentário aguarda moderação.

6 de Julho de 2010 às 11:03
Eu estava em uma caravana que foi receber o Serra em uma de suas vindas ao Parana. Lá estavam tbem o Beto Richa, o Derosso, o Alvaro Dias, o Luciano Ducci (muito constrangido), e o Mario Celso, líder do Beto na Câmara de Vereadores. Ao descer do avião o Serra foi abordado pelo Mario Celso e pelo Beto, que disseram que o Ducci alí estava para prestar homenagens e que o PSB iria apoiá-lo no Parana e o futuro prefeito, que seria o Luciano tbem o apoiaria em Curitiba. Mentiram para o Serra com a colaboração espontânea do Beto que, irresponsàvelmente avalizou essa conversa. Isso aconteceu no aeropôrto Afonso Pena, no hangar da Infraero. Deu no que deu. Essa irresponsabilidade do Beto ressuscitou o PT no Estado e o póbre Serra perdeu 2 milhões de votos ao permitir que esse irresponsável do Beto abandonasse a Prefeitura para o PSB, que agóra colocou as manguinhas de fóra e apóia a Dilma, entregando o Govêrno do Parana ao PDT, pois ficou praticamente impossível o PSDB ganhar as eleições contra a estrutura do palanque que na verdade, quem montou para a Dilma foi o Senhor Beto Richa ao deixar o comando político e administrativo de Curitiba com seus 1.300.000 (hum milhão e trezentos mil votos) nas mãos do adversário de Serra. E, estamos conversado. Não adianta o Serra vir passear em Curitiba. A eleição está perdida, tanto aquí, como lá. Nunca ví tanta burrada junta.